O Twitter veio a público responder à ordem executiva assinada pelo Presidente dos EUA, Donald Trump, indicando que se trata de uma “abordagem reacionária e politizada a uma lei de referência”.

A empresa refere-se à alteração que Donald Trump pretende aplicar à chamada Secção  230 do Ato de Decência nas Comunicações, que indica que as redes sociais não são responsáveis pelos conteúdos e comentários publicados pelos utilizadores.

“A Seção 230 protege a inovação e liberdade de expressão americanos e está salvaguardada pelos valores democráticos. Tentativas de tentar unilateralmente corroê-la ameaçam o futuro do discurso online e liberdade da Internet”, pode se ler na publicação do Twitter (abaixo).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui