Agressor, homem de 22 anos, é ex-aluno da escola de Vrutky, no centro do país. Policiais isolam escola na Eslováquia após ataque que matou professor e deixou crianças feridas.
Radovan Stoklasa/Reuters
Um professor morreu nesta quinta-feira (11) na Eslováquia depois de ser esfaqueado em uma escola primária em um ataque que deixou vários feridos, incluindo duas crianças, informou a polícia. O agressor foi morto pelas forças de segurança.
A polícia identificou o agressor como um homem de 22 anos e ex-aluno desta escola localizada na cidade de Vrutky (centro), cerca de 180 km a nordeste de Bratislava, sem especificar imediatamente suas motivações.
O professor morto era vice-diretor da escola. Entre os feridos também há um professor em estado grave.
A polícia abriu fogo contra o agressor, matando-o a cerca de 200 metros da escola.
“Ele quebrou a porta de vidro para entrar, o pessoal tentou bloqueá-lo e ele usou uma faca que havia trazido com ele. Ele causou uma lesão fatal no vice-diretor e feriu um guarda, depois entrou no prédio onde feriu gravemente um professor e depois duas crianças, que ele esfaqueou várias vezes”, disse o chefe de polícia Milan Lucansky em sua página oficial no Facebook.
Lucansky afirmou ainda o agressor tentou escapar enquanto um guarda corria para pegá-lo. “Um policial o perseguiu, mas ele tentou se defender com a faca. Então (os policiais) usaram suas armas”, acrescentou.
Os feridos foram hospitalizados na cidade vizinha de Martin.
O primeiro-ministro eslovaco, Igor Matovic, expressou suas “sinceras condolências” à família da vítima. “O ministro do Interior está indo para lá e acho que ele nos fornecerá mais detalhes posteriormente”, disse Matovic a repórteres durante uma reunião de líderes de quatro países da Europa central em Lednice, República Tcheca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui