Dados são do Serviço Especializado em Abordagem Social (Seas), que realiza abordagens diariamente, mesmo no período de enfrentamento ao novo coronavírus. A prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), identificou 82 crianças e adolescentes em condição de trabalho infantil, entre 14 de março e 5 de junho. Os dados são do Serviço Especializado em Abordagem Social (Seas), que realiza abordagens diariamente.
Nas operações, também foram flagradas 116 crianças e 52 adolescentes vivenciando algum tipo de violação de direito. Os casos foram encaminhados para os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e Conselhos Tutelares.
Por meio do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), a Sempre realiza abordagens sociais, oficinas, palestras, audiências públicas, mapeamento e identificação do público. O objetivo é identificar violações de direitos de crianças e adolescentes.
Veja mais notícias do estado em G1 Bahia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui